5dez 2021
00:00 UTC
#linguistweets
#abralin

Libras, Terminologia e o Manuário Acadêmico do INES

A presença cada vez mais numerosa de estudantes surdos em todos os níveis e modalidades da educação brasileira tem feito crescer, substancialmente, nas duas últimas décadas, a demanda pela criação de sinais em Libras, tanto para nomear conceitos referentes às diferentes áreas do conhecimento, quanto para designar autores destacados nessas áreas. Em decorrência, vem se ampliando também a produção de obras lexicográficas para registro e divulgação desses novos itens lexicais. Entre os trabalhos com esse objetivo, localiza-se o Manuário Acadêmico e Escolar, produto resultante da investigação de um grupo de pesquisa do Departamento de Ensino Superior (DESU) do Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES), composto de docentes, discentes e intérpretes de Libras da instituição, além de colaboradores externos. Trata-se de um dicionário terminológico bilíngue (Libras-Português), online, contendo termos da área da Pedagogia e das disciplinas do Ensino Básico. Os sinais referentes a esses termos são coletados junto à comunidade surda do INES (estudantes, professores e intérpretes) e validados por uma equipe de docentes surdos do Instituto. Nos encontros realizados com esses profissionais para apresentação e avaliação dos sinais coletados, observamos a existência de critérios governando o processo de validação. Tais critérios parecem estar associados a propriedades estruturais da Libras, à iconicidade do sinal e à quantidade de itens de um sinal composto, sendo possível a aceitação de mais de um sinal para o mesmo conceito teórico e para o mesmo autor. Em constante elaboração e aprimoramento, o Manuário divulga, atualmente, em seu site, um acervo de cerca de mil e duzentos sinais, filmados e organizados de acordo com cada área do conhecimento, sendo que, desse total, uma centena corresponde a sinais para autores cuja apresentação se dá em verbetes bilíngues elaborados em linguagem televisiva, dinâmica e original. Em artigo publicado em periódico acadêmico relatamos e refletimos sobre todo esse percurso de pesquisa, sugerindo, em diálogo com outros autores, possíveis contribuições para a Lexicografia Terminológica da Libras.